Leitura de domingo

livro

Na última semana aproveitei a irmãzinha e a amiga de férias para passear por lojas de construção e decoração em Curitiba.
Passamos pela Tibi, Leroy Merlin, Cassol, TokStok e MultiCoisas. Confesso que fiquei bastante decepcionada com os preços. A Leroy Merlin, por exemplo, tinha organizadores até 100% mais caros que em outros lugares, então é melhor chegar lá conhecendo o preço dos produtos que você quer para não tomar um susto.
No fim das contas, achei que ia comprar várias caixas e organizadores para  abrir espaço para as minhas coisas, mas acabei comprando bem pouco.
E das poucas coisas que eu comprei, me empolguei muito com o livro Organize-se Num Minuto, da Donna Smallin. Não tem nada de inovador e nem de novidade. Aliás, 90% do livro não é segredo para ninguém que se considera razoavelmente organizado. A autora fala coisas como “doe ou venda tudo aquilo que não usa há mais de um ano” e “não deixe para amanhã o que pode arrumar agora”, mas ainda assim o livro contém algumas dicas interessantes. O capítulo que mais gostei foi o Como continuar organizado, no qual a autora dá algumas sugestões muito simples pra manter a ordem. Está esperando a água ferver? Aproveite para abrir a geladeira e ver se não tem nada que precisa ser jogado fora. Como disse, nada de inovador, mas às vezes é bom olhar para o óbvio com outros olhos. A cabeça fica cheia de ideias!

Boa semana pra vocês!

Beijinhos,

Stephie

Advertisements

Mignon de porco com legumes e pimenta

carne de porco

Nota mental: preciso chamar a irmã fotógrafa pra tirar umas fotos decentes pro blog.

O menu de hoje foi uma delícia e bem rápido de fazer. Como eu não funciono muito com medidas, as quantidades são aproximadas!

1 pedaço de filé mignon suíno cortado em cubos temperado com suco de limão e sal

1/2 abobrinha em cubos

1 cenoura em cubos

2 pimentas dedo de moça sem sementes em fatias finas

1/2 pimentão amarelo em cubos

1 dente de alho em lâminas

alecrim

óleo de gergelim

E ficou pronto super rápido! Primeiro, aqueci bem uma panela wok com apenas um fiozinho de óleo de gergelim e coloquei a carne para dourar (em partes! Se colocar toda a carne de uma vez, a panela esfria, a carne solta muita água e fica dura. Vá colocando aos poucos e reservando, até selar toda a carne). Depois disso, tirei toda a carne da wok, coloquei mais um fiozinho de óleo e o alho para dourar. Adicionei então todos os legumes e a pimenta até amolecer levemente a cenoura. Coloquei a carne, o alecrim e provei pra ver se precisava de mais sal. Pena que não tinha gengibre, ia ter combinado muito bem!

Meu acompanhamento foi uma salada de rúcula. Ficou tão bom que guardei uma porçãozinha para o almoço de amanhã!

Beijinhos,

Stephie

Ano novo, casa nova.

O ano novo mal começou e já veio cheio de novidades. Pra mim, a mais importante das notícias é que estou de casa nova e isso me deu muita motivação pra retomar o blog. Agora que meu emprego novo já não é mais tão novo assim, deve ficar mais fácil atualizar sempre. Vamos ver se consigo manter o projeto por mais tempo!

Pra começar, escolhi um dos assuntos mais atuais da minha vida: o planejamento semanal. As pessoas que estão mais próximas de mim no momento sabem que estou fazendo dieta acompanhamento nutricional e, por conta disso, não dá pra chegar em casa e pensar no que vou jantar na hora. Além de não poder comer algumas coisas depois de certa hora, é uma trabalheira sem tamanho ficar indo ao mercado toda hora, de acordo com o prato que vou fazer – sem contar no dinheiro que se gasta a mais! Planejar o menu semanal não é fácil, mas pelo menos ajuda a gastar menos.

Fiquei horas no pinterest procurando ajuda com o planejamento e achei vários freebies para imprimir. Um blog com vários desses freebies bem legais que achei foi o A Thrifty Mrs e eu gostei tanto que fiquei animada pra fazer o meu próprio menu semanal. E, sabe o que? Achei tão fofo que resolvi compartilhá-lo com vocês! Faça o download do arquivo aqui.

printable

A ideia é imprimir o arquivo e plastificá-lo (pode ser com papel adesivo transparente mesmo!). Depois é só usar uma caneta para quadro negro pra escrever, planejar e apagar. Ou ainda é possível usar post-its. Como eu acabei de fazer, ainda não imprimi o meu, mas mostro o resultado aqui assim que ficar pronto!

Use a criatividade, abra aqueles livros de culinária que estão mofando na estante, saia da mesmice e bom apetite!

Beijinhos,

Stephie

Paleta de cores

Decorar um cômodo da casa às vezes é mais difícil do que parece. Nós temos um zilhão de ideias e a maioria delas pode até ser boa, mas mesmo tendo boas ideias não é sempre que conseguimos um bom resultado final.

Algo que ajuda muito na hora de fazer com que um cômodo pareça decorado (e não apenas um monte de móveis e objetos aleatórios reunidos num lugar só) é ter uma paleta de cores. Isso faz com que exista uma sincronia entre os objetos selecionados, como se eles fizessem parte do mesmo conjunto. O cômodo fica mais com cara de lar e menos com cara de república estudantil.

Já faz um ano que me mudei para o novo apê. Estou quase me mudando (isso é assunto pra outro post) e ainda não terminei de arrumar o meu ‘logo-será-um-ateliê-hoje-é-só-o-quartinho-da-bagunça’ do jeito que queria. No entanto, já decidi a paleta de cores. Quem acompanha o blog desde começo deve se lembrar da prancheta decorada – aquela estampa será o tema do ateliê.

A ideia é que os objetos decorativos, caixas organizadoras e todo o resto estejam de acordo com a estampa escolhida. Portanto – por mais que eu ame muito – um objeto vermelho não fará parte da decoração do ambiente. A teoria é mais simples que a prática, então ajuda ter a foto no celular que é pra não sair comprando tudo o que der na telha. Claro que isso não é uma regra, só é algo que facilita na hora de escolher móveis e objetos grandes ;)

paleta de cores

Será que consigo arrumá-lo a tempo de curti-lo um pouco antes de me mudar?

Beijocas,

Stephie

Gaiola de luzes

Nossa! Depois de longas férias, estou de volta!
Muita coisa acontecendo: mudança de emprego, treinamento, viagenzinhas. Você pisca o olho e, quando vê, já é maio!

Mas antes tarde do que nunca! E estou de volta com um Do It Yourself (DIY) bem legal e simples! Tão simples que nem tenho foto do passo-a-passo.

No quarto do meu apartamento, tenho uma pequena bancada de canto que, acredito eu, servia para aparar a TV do antigo morador. Ela é fixa e de pedra, não tenho como tirar. No começo ela me incomodava bastante, mas no fim das contas consegui arrumar o quarto de um jeito que ela fica bem funcional e mescla com o resto do quarto. Mas o problema é que nesse canto, na parede, tinha um espelho de tomada com um tufo daquele cabo branco de TV. Tentei de todo jeito colocá-lo para dentro da parede, mas o cabo é muito grosso. Não podia simplesmente cortá-lo porque o apartamento não é meu (e “vaique” eu preciso dele no futuro?). Foi então que pensei em colocar uma gaiola decorativa pendurada ali. Aproveitei umas luzes de natal de led, coloquei dentro da gaiola e VOI LÀ!

 

1505279_10152411488624275_5692657081673453097_n

 

 

Ficou lindo e aposto que você nem notou o cabo branco se escondendo ali. Super simples!

A Gaiola achei na Bazar Casa por R$ 69 e as luzes eu tinha de alguns natais passados.

Beijinhos!

Stephie

Bule multi-uso

Quando me mudei para o apartamento novo decidi que era hora de dar um basta ao provisório. Cansei de morar numa casa que reúne os móveis que sobraram e tem aquela eterna cara de república. Nada contra repúblicas, mas tudo tem seu tempo. Aos 27 25 anos de idade, já passou a hora do lar provisório.

Acabei doando muitas coisas – e jogando outras tantas fora. Dentre elas, uma jarra de suco de plástico, toda opaca e cansada (como diz a Marina). E não dei falta dela até outro dia, quando o namorado veio almoçar em casa e percebi que só tinha a jarra do mixer pra servir o suco.

WP_000514

Foi então que me deparei com um bule que comprei na casa china há alguns meses. Originalmente, o comprei pra servir de vaso e o enchi de astromélias amarelas no meu último aniversário. Paguei tão baratinho nele que tenho minhas dúvidas quanto ao quanto ele pode aguentar de calor, então usá-lo como um bule de verdade sempre esteve fora de cogitação. Já que como bule ele tá mais pra vaso, por que não transformá-lo em jarra de suco?

WP_000516
Isso não elimina a necessidade de um jarro, mas com certeza vou ter mais gosto de servir suco no bule que na jarra do mixer. ;)

Beijinhos,
Stephie