Terrário

Outro dia, durante as férias, D. e eu visitamos um casal de amigos que recentemente se mudou para o norte do Paraná. A cidade, Andirá, tem cerca de 20 mil habitantes e é bem tranquila. A vista é linda – a cidade é tão pequena que, da avenida principal é possível ver a estrada e a paisagem.

Aproveitamos pra visitar o comércio local, fomos ao Mercado Dalaqua e ao Shopping do Nove. O mercado é melhor que muito mercado de Curitiba, tudo muito fresco e uma gôndola de orgânicos e integrais de dar inveja. Achei quinoa com a maior facilidade – aqui em Curitiba tenho que cruzar os dedos pra achar no mercado e não precisar ir até o Municipal.

O Shopping do Nove é uma loja de utilidades domésticas. É possível achar quase tudo lá! De ferramentas à decoração de festas. Comprei várias coisas legais lá, mas isso é assunto para outro post. Das coisas legais que achei lá, uma delas foi um pequeno tacho, desses de fritar comida. Não sou fã de fritura, já comprei o tacho pensando em transformá-lo em vaso – foi o que fiz assim que chegamos em casa. Enchi o tacho de suculentas, ficou uma graça! Olha só o passo-a-passo:

IMG_20150212_135138440_HDR

Todo terrário precisa de uma camada de pedras para drenar a água. As que eu tinha comprado eram muito pequenas, mas minha diarista me deu uma ótima dica: cacos de porcelana servem! Por sorte Eu tinha quebrado um ramequim no dia anterior e o aproveitei pra fazer o terrário. Coloquei mais umas pedras que tinham sobrado de um outro vaso. Cobri tudo com terra e depois coloquei as suculentas.IMG_20150212_135322559_HDRIMG_20150212_140252761

IMG_20150218_190950889IMG_20150218_190943038

Esse tacho nasceu pra ser vaso! <3

Beijinhos,

Stephie

Prancheta decorada

1 - Prancheta

Ainda que eu tenha três tipos de pânico quando alguém diz ‘qualquer-coisa-decorada’, não consegui pensar em nada melhor para o título desse post. ;)

Comprei essas pranchetas há tempos, com o intuito de fazer esse mesmo projeto que vi uma vez no site da Martha Stewart. Só que morando no outro apartamento já estava tão de saco cheio infeliz lá que não tinha vontade de pendurar nada na parede. Me sinto um pouco mal em ficar pensando em pormenores decorativos quando ainda há tanta coisa pra ser arrumada. Mas por outro lado, é a decoração que faz com que nos sintamos em casa, então acho que não deve ter tanto problema assim <3 .

E como o título fala por si só, sem mais delongas, aqui vai o passo-a-passo!

material

O material é simples: prancheta, fita dupla face, tesoura e papel decorado. Ah, claro, e um lápis.

Risque o tamanho da prancheta no papel. Corte-o com uma folga para o acabamento e cole a fita dupla-face na  parte da frente da prancheta.

3 - primeiros passos

Depois, cole o papel na prancheta, tome cuidado com o pregador. Pra facilitar, eu colei essa parte por último, depois de cortar um pedaço do papel para fazer o acabamento.

4 - colando o papel

Vire a prancheta e finalize com fita adesiva. No meu caso, como pendurei as pranchetas na parede, não me preocupei em esconder a fita. Mas você pode colar um papel colorido por cima pra um acabamento mais limpo.

5 - acabamento

E é só pendurar.

6 - na parede

Pendurei na parede no meu “um-dia-será-meu-ateliê-hoje-é-só-o-quartinho-da-vergonha”. Esse quarto está uma zona, mas isso é assunto pra um outro post. ;)

Beijinhos,

Stephie

Quadrinho Negro

Há algum tempo comprei um quadro negro nessas lojas de $1,99.  Mas ele era meio sem graça e tinha muita cara de improviso. Então hoje resolvi mudá-lo um pouco. Olha só como ficou:

clique na foto para vê-la maior!

clique na foto para vê-la maior!

Primeiro tive que limpar o quadrinho, que estava um pouco mofado por ficar guardado por tanto tempo.

Depois de limpo, passei uma camada de base para pintura, esperei secar e dei mais duas demãos de tinta acrílica (branca e preta). Finalizei com uma demão de verniz para artesanato brilhante.

Espere secar antes de passar a segunda demão. Use um secador de cabelo se estiver com pressa. :)

Espere secar antes de passar a segunda demão. Use um secador de cabelo se estiver com pressa. :)

Tomei bastante cuidado com as bordas porque estava com preguiça de lixar e esperar secar para corrigir defeitos. O ideal é fazer uma máscara com fita crepe para evitar essas coisas. Depois coloquei uma fitinha pra poder pendurar na parede.

Por fim, comprei um pacotinho com giz colorido pra escrever no quadro. Esses são anti-alérgicos e não sujam a mão.

Essa dica do giz é muito legal porque facilita a escrita – mesmo que a ponta se desgaste super rápido. Usei um apontador de maquiagem velho que tinha em casa e já não usava mais.

Agora é só deixar recadinhos fofos nele.

Beijocas!
Stephie